Ebserh contratará mais de 6 mil profissionais

Top 10 de criminosos devedores da União.

Baseado em dados da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional.



De acordo com os dados da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) mais de 16,9 mil condenados não estão pagando as multas impostas pelo Judiciário por conta dos crimes que cometeram, juntos devem R$ 725 milhões à União.

A PGFN informa que apenas estão incluídos na listagem quem está irregular no pagamento das multas, os criminosos que pagam suas multas na forma parcelada, que conseguiram suspender a multa na Justiça, ou garantiram o pagamento com um depósito, não aparecem na lista.

Juntos, os dez maiores devedores de multas criminais do país, possue um débito com a União em torno de R$ 159 milhões, aproximadamente 22% da dívida total.

Alexandre Rogério Borges dos Santos, lidera o ranking de maior devedor de multas criminais do país com uma dívida de R$ 57,9 milhões, foi condenado à 75 anos de prisão em 2011 acusado de lavar parte dos R$ 164 milhões roubados no assalto ao cofre do Banco Central em Fortaleza (CE), ocorrido em agosto de 2005. Com o dinheiro ele comprou oito carros e um imóvel.

Geniglei Alves dos Santos, a Geni, também conhecida como Barbie ou Loura, teve participação no grupo que assaltou o Banco Central, foi condenada à mais de 160 anos de prisão em 2010 por furto, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. Possue uma dívida de R$ 14,5 milhões com à União.

Lilian Beatriz Benites Vasques, com uma dívida de R$ 12,9 milhões chegou ser presa em 2012, mas foi beneficiada por um habeas corpus. Depois seu advogado apresentou um atestado de óbito à Justiça alegando que ela estava morta, a polícia desconfiou e novamente Lilian passou à ser procurada. Sendo presa em 2014 atravessando a Ponte da Amizade, Foz do Iguaçu (PR), na fronteira do Brasil com Paraguai.

Antônio Jussivan Alves dos Santos, possue uma dívida de R$ 11,5 milhões foi preso e condenado em 2008 por furto, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e uso de documentos falsos. Conhecido como "Alemão" foi o líder da quadrilha que participou do assalto ao Banco Central em 2005.

Almir José Pinto, conhecido como "Tio Maior", foi preso em Cidade do Leste com sua esposa e trazido ao Brasil onde foi condenado. Acusado de ser o chefe de uma quadrilha internacional de tráfico de drogas, investigada pela Polícia Federal durante a operação Vera Cruz, em 2012. Sua dívida é de R$ 11,1 milhões.

Wagner Rodrigo de Amorim ex-policial civil no Mato Grosso, foi condenado a 25 anos de prisão em 2013, após ser preso em uma operação da Polícia Federal contra o tráfico, em 2009. Atualmente com uma dívida de R$ 11 milhões. Foi exonerado do seu cargo na Polícia Civil.

Jacqueline Moraes da Costa, deve á União R$ 10,6 milhões, é esposa do traficante Fernandinho Beira-Mar, já foi condenada diversas vezes por crimes praticados junto com seu marido. Apenas na Justiça Federal do Rio de Janeiro, Jacqueline responde a dois processos de cobrança da União por multas criminais.

Ruy Moraes Vieira, tem uma dívida no valor de R$ 10,5 milhões, acusado de ter ligação com o Primeiro Comando da Capital (PCC) o "Papito" foi preso em 2012.

Marcos Valério, empresário e publicitário deve à União R$ 10 milhões. Acusado de envolvimento no Mensalão, foi condenado a mais de 40 anos de prisão, em 2012.

Ramon Hollerbach, com dívida em R$ 8,9 milhões, também foi condenado no caso Mensalão. Era sócio de Marcos Valério.


Comentários