Ebserh contratará mais de 6 mil profissionais

General Heleno chama de "confraternizar com um criminoso" o encontro de Lula com o Papa.

"Confraternizar com um criminoso" General Heleno ironiza encontro de Lula com o Papa.


Chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, General Heleno, postou em suas redes sociais comentando a visita do ex-presidente Lula com o papa Francisco que ocorreu nesta quinta-feira 13, no Vaticano.

"Confraternizar com um criminoso, condenado, em 2ª instância, a mais de 29 anos de prisão, não chega a ser comovente, mas é um exemplo de solidariedade a malfeitores, tão a gosto dos esquerdistas" postou Heleno.

Na sede da CGIL, o maior sindicato de trabalhadores da Itália, Lula fez uma declaração após a audiência. "A razão da minha vinda à Itália foi discutir com o papa Francisco a questão de desigualdade social e da sua luta em defesa de uma boa política ambiental", declarou.

O ex-presidente também disse que um dos pontos marcantes da visita foi quando o papa Francisco disse querer "realizar coisas irreversíveis, que fiquem para sempre no seio da sociedade". "Se todo ser humano, ao atingir 84 anos tiver a força, garra e disposição que ele tem, de levantar temas instigantes para o debate, acredito que podemos encontrar soluções mais fáceis", disse Lula.



Comentários